Aloé Vera + Ananás + Papaia

Digestões dificeis.Obstipação.

Apresentação: Frasco de 120 e 90 comprimido.

Ingredientes: Aloé vera Ext. (200:1) 20 mg = 4 g planta; Ananás 80 mg; Papaia 80 mg; Acidófilus 6 200 000 células vivas; anis 30 mg.

Indicações: Suplemento alimentar especialmente recomendado para:
- Problemas graves de aerofagia e digestões difíceis;
- Obstipação.

Conselhos de utilização: Tomar 2 comprimidos antes do almoço e do jantar.

Característica do Produto: ALOÉ VERA - é uma planta originária da Arábia e do Nordeste de África, e a sua utilização pela humanidade verifica-se há muito tempo. Já nos tempos mais remotos eram conhecidas as propriedades e virtudes desta planta em usos medicinais e cosméticos. À medida que vão aprofundando as pesquisas, os cientistas descobrem cada vez mais aplicações terapêuticas para esta planta.
O Aloe Vera é semelhante a um cacto suculento, mas de facto é um membro da família das açucenas, relacionado com as cebolas, alhos e espargos. Quando amadurecido o conteúdo das folhas, uma mistura do gel interior e da seiva exterior, pode ser recolhido, preservado e engarrafado, produzindo um produto igual ao sumo da planta natural.
Do interior das folhas extrai-se o gel, que se concentra para obter o extracto, que contém todos os princípios activos do gel, mas sem água.
O aloé é utilizado internamente como laxante. As antraquinonas e antronas no látex da babosa provavelmente produzem seu efeito laxante por aumentar o peristaltismo colónico e aumentar o conteúdo de água do intestino.

FRUTOOLIGOSACÁRIDOS – São oligossacáridos provenientes da fruta. Actuam como uma fibra insolúvel, pelo que aceleram o trânsito intestinal, combatendo a obstipação. Para além disso, melhoram a flora intestinal, mantendo e melhorando a proliferação da bactérias “benéficas” e combatendo as bactérias prejudiciais.

PAPAIA – Contem elevadas quantidades de enzimas digestivas, que ajudam a digestão das proteínas, acelerando o processo no estômago.

ANANÁS - Graças à presença de bromelaína, potente enzima que é capaz de digerir 1000 vezes o seu peso de proteínas tanto em meio ácido como básico, o ananás é um excelente digestivo, altamente benéfico em digestões difíceis.  Estudos revelaram ainda, que a bromelaína apresenta um poder anti-inflamatório, com efeitos positivos no tratamento de infecções a nível digestivo.
Para além disso, em casos em que há acumulação de líquidos, favorece a diurese ajudando a diminuição dos depósitos de gordura e de edemas, reduzindo o efeito da chamada pele com a forma de “casca de laranja”.