Alcachofra

Protecção do fígado de toxinas e infecções. Colesterol.

Apresentação: Frasco de 90 comprimidos

Ingredientes: Alcachofra planta 250 mg, Alcachofra ext. (5:1) (0,5-0,8% cinarina) 50 mg. Equivalente a Alcachofra 500 mg.

Indicações: Produto recomendado para:
  - Colesterol
  - Diabéticos
  - Problemas de fígado, rins e bílis.

Características do produto: A alcachofra é uma valiosa planta medicinal, pois contém vários nutrientes e princípios activos com importância para o organismo, dos quais podemos destacar princípios amargos como a cinarina, lactonas sesquiterpênicas como a cinaropirina e groseima; ácidos fenólicos como ácido caféico, ácido clorogénico; outros sais como potássio e magnésio, flavonóides, taninos, mucilagens e enzimas, pró-vitamina A e Vitamina C.

Entre todos os princípios activos, o mais importante é a cinarina, que exibe propriedades coleréticas, hepatoprotectoras e hipocolesterolemiantes.

A Alcachofra é utilizada na fitoterapia devido à sua diversificada actividade: Em primeiro lugar reduz a glicemia e o colesterol no sangue, quer por acção directa na diminuição da síntese de colesterol, quer pelo aumento da sua excreção vesicular pela transformação em ácidos biliares. Pelo que é altamente benéfico o seu consumo para diabéticos, pessoas com o colesterol alto e com problemas de aterosclerose.

Em segundo lugar, estudos clínicos demonstraram um efeito diurético devido à acção conjunta de sais de potássio, flavonóides e substâncias ácidas. O aumento da diurese é observado a partir do segundo dia de tratamento sem se alterar a composição da urina, pelo que reduz a ureia do sangue e é depurativa.

Em terceiro, a Alcachofra contém uma substância denominada de cinarina que provoca o aumento da secreção biliar, o que ajuda a digestão de gorduras e fígados preguiçosos. Para além disso, a alcachofra é hepatoprotectora, estimulando a regeneração das células do fígado. Estando por isso, indicada para a hepatite, cirrose ou exposição a toxinas.

Alcachofra é utilizada na fitoterapia devido à sua actividade no sistema hepatobiliar e metabólico simultaneamente, protegendo o fígado de toxinas e infecções. Para além disso, estudos clínicos demonstram que a utilização desta planta estimula as secreções digestivas, sobretudo a bílis, o que a torna útil para tratar da vesícula, náuseas, indigestão abdominal, e baixar os níveis de colesterol no sangue.

 

Conselhos de utilização: 1 comprimido 3 vezes ao dia, 10 a 15 minutos antes da refeição.